O que você precisa saber sobre o Inglês Jurídico agora

Teste de inglês jurídico: 

CLIQUE AQUI E TESTE SEU INGLÊS JURÍDICO

(respostas corretas anotadas no final desse post)

Entrevista com o expert em inglês jurídico: Professor Márcio Rubens. 

1. Quando você começou a sua carreira já tinha ideia de que trabalharia com Inglês Jurídico?

Não. Quando comecei a estudar/lecionar inglês, há 30 anos, havia alguns poucos livros de Business English no mercado, mas o primeiro livro específico para ensinar inglês jurídico só apareceu em meados da década de 90. Chamava-se "English for Law". Era um livro que basicamente visava ao ensino da leitura e não ajudava a compreender contratos ou a redigir pareceres. De toda forma, era o que havia disponível. A Internet apareceu mais ou menos nessa época e alguns modelos de documentos societários e contratos em inglês logo começaram a aparecer na rede.

2. Por que se especializar em Inglês Jurídico?

Fui direcionado para essa área pelos meus próprios alunos que comecei a ter. Até o final da década de 80, os advogados em Belo Horizonte diziam que o inglês não era útil. Diziam, ainda, que o advogado precisava saber francês ou italiano, por causa de nossa tradição juridíca. Porém, isso mudou depois da abertura de nosso mercado. Os escritórios se transformaram radicalmente, passando a atender clientes internacionais e a utilizar, cada vez mais o inglês. Percebi, então, que o mercado havia despertado para essa necessidade e que eu estava preparado para atender essa demanda. Logo comecei a ter diversas turmas em diversos escritórios. 

3. Quais são as principais ferramentas que alunos podem utilizar para aprender o Legal English?

Com a Internet, tudo ficou mais fácil e acessível. Existem excelentes podcasts (ex: "I am the Law" by LST Radio) e seriados no Netflix (ex: "The Good Wife") por meio dos quais os alunos podem escutar ou relembrar, de forma contextualizada e divertida, o vocabulário aprendido em aula. Soma-se a isso a enorme quantidade de sites especializados em dicas para a escrita jurídica (ex: www.adamsdrafting.com). E, ainda, de forma tradicional, utilizando dicionários. Meu preferido é o Dicionário de Direito, Economia e Contabilidade, de autoria de Marcílio Moreira Castro. Sem dúvida, o mais completo dicionário para os operadores do direito.

4. Por que estudar Legal English? Quais são os principais contextos em que o conhecimento do inglês jurídico se aplica diretamente?

Legal English é fundamental para o advogado que lida ou que quer lidar com clientes internacionais. Não há como explicar as particularidades de nosso ordenamento jurídico a um cliente estrangeiro sem fazer uso dos termos adequados. E esses termos não são ensinados em livros comuns de inglês. Dessa forma, o advogado que sabe um pouco de inglês comum, mas não tem conhecimento de inglês jurídico, terá muita dificuldade em se expressar, seja na fala ou na escrita. O ouvinte (ou leitor) terá que se esforçar para entender o que o advogado brasileiro tenta explicar e a comunicação não será precisa.

5. Quais os cursos que você oferece na área jurídica?

O curso principal, Legal English, é dividido em dois níveis: Intermediário Superior (Nível B2) do Common European Framework of Reference for Languages) e Avançado (C1). Esse curso traz todo o vocabulário próprio para as áreas societária, contratual, comercial e processual civil e dá aos estudantes todo o subsídio linguístico para a prática da profissão .  Concluído esse curso, o aluno pode optar pelo curso de preparação para o exame TOLES (Test of Legal English Skills) ou fazer um curso direcionado para Contratos (Contract Drafting). Há, ainda, a possibilidade de se customizar módulos (ex: Tax Law) para atender às necessidades do profissional de determinada área.  

5. Qual o público alvo dos seus cursos?

Estudantes de Direito, Advogados, e Professores de Escolas de Direito, que querem aperfeiçoar o inglês e se expressar, com precisão, no universo jurídico.

6. Sabemos que você já leciona há muitos anos e faz um excelente trabalho de desenvolvimento contínuo com seus alunos. Sabemos ainda que agora você oferece novos formatos de curso de inglês jurídico, como por exemplo, o Legal Chat e o Legal English Fundamentals. Fale mais sobre essa forma inovadora de aprender.

Estou utilizando uma sensacional plataforma para ensino à distância, que me permite interagir com os alunos em tempo real, ouvindo-os com perfeição, e utilizar diversos recursos tecnológicos, que tornam a aula online tão dinâmica e interativa quanto uma aula presencial. O Legal Chat é uma aula gratuita aberta aos alunos e potenciais alunos para tirar dúvidas de vocabulário e de utilização de termos de determinada área. Escolhe-se um tema (ex: Business Law) e os alunos contribuem com dúvidas pontuais acerca do tema. O curso de Legal English Fundamentals é, como diz o nome, um curso para aprender o vocabulário mais essencial das áreas societária, contratual e comercial. É um curso rápido, dividido em 8 módulos de 90 minutos cada. Ambos são ministrados á distância, com enorme sucesso.

Respostas do Teste de Inglês Jurídico. 

1. sales 2. agency 3. lease 4. loan 5. credit 6. employment 7. contracting 8. escrow

9. articles 10. mortgage

O que você gostaria de aprender no inglês jurídico?